Posted on

Com público de quase 371 mil pessoas, mobiliário brasileiro se destacou na vanguarda das tendências mundiais apresentadas no iSaloni 2024

A participação brasileira no Salone del Mobile.Milano 2024 (Salão do Móvel de Milão/iSaloni), organizada por meio do Projeto Setorial Brazilian Furniture, colocou mais uma vez nossas marcas e designers ao lado das maiores referências do setor no mundo, com a indústria nacional absorvendo e ditando tendências no mercado global.

 

Neste ano, cerca de 30 indústrias e 40 designers brasileiros participaram das ações promovidas pela ABIMÓVEL (Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário) em parceria com a ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) no iSaloni,  que ocorreu de 16 a 21 de abril, sendo considerado o evento mais aguardado no calendário moveleiro e do design mundial.

 

Para se ter uma dimensão, o iSaloni 2024 contou com um público qualificado de mais de 370,8 mil visitantes (20,2% a mais do que no ano passado) oriundos de cerca de 200 países, que passaram todos os dias pelos estandes do Projeto Brazilian Furniture, dispostos em três diferentes pavilhões do evento.

 

Nesse cenário, as indústrias brasileiras deixaram suas marcas como referências em qualidade, design e originalidade, na vanguarda de muitas tendências que vêm ganhando o mundo. “Ao destacar a integração entre indústria e design, tecnologia e sustentabilidade, nossas empresas forneceram não apenas móveis, mas a possibilidade de levar a riqueza cultural e material brasileira para o mundo, refletindo o espírito acolhedor do país”, ressalta a diretora-executiva da ABIMÓVEL e gerente do Projeto Brazilian Furniture, Cândida Cervieri.

 

Não por menos, a participação do projeto gerou não só parcerias comerciais relevantes para essas empresas, que somaram mais de US$40 milhões em negócios fechados e prospectados para os próximos 12 meses, como também trouxe reconhecimento ao nosso país.

 

O Brazilian Furniture foi reconhecido pela organização do Salão do Móvel de Milão como um parceiro de destaque, com a direção da ABIMÓVEL recebendo de representantes da feira um presente simbolizando a caminhada conjunta e o futuro promissor do móvel brasileiro na Itália e no mundo, trazendo os dizeres: “Obrigada por ser parte da nossa história. Vamos continuar a escrevê-la juntos”. Reforçando, dessa forma, a história de sucesso que vem sendo escrita a tantas mãos pelos times da ABIMÓVEL e da ApexBrasil, indústrias, designers, a organização do iSaloni, entre outros importantes parceiros.

 

Por meio de iniciativas como o Projeto Brazilian Furniture, aliás, a indústria e o design brasileiro de móveis têm de fato ampliado suas participações no mercado mundial, repercutindo nas exportações nacionais no setor, que tiveram três altas consecutivas no primeiro trimestre deste ano.

 

“Participar do iSaloni proporciona visibilidade internacional aos nossos fabricantes e designers, permitindo que eles se destaquem em um cenário global. Isso abre portas para mercados internacionais, estabelecendo conexões comerciais valiosas e expandindo redes de distribuição. Além disso, a troca de experiências com profissionais de diversas partes do mundo é incrivelmente enriquecedora”, fala Clarissa Franco, gestora do Projeto Brazilian Furniture na ApexBrasil.

 

Brasil ganha protagonismo em Milão

Vale reforçar, aliás, que num ambiente tão plural e efervescente, uma das tendências que indubitavelmente mais foram observadas na Semana de Design de Milão neste ano, tanto no iSaloni quanto no FuoriSalone (que também contou com exposições apoiadas pelo Projeto Brazilian Furniture), foi o uso crescente de materiais naturais, refletindo um movimento mais amplo em direção à sustentabilidade e à autenticidade nos espaços de vida. Movimento que ressoa muito bem com o que a indústria e o design brasileiro têm de melhor a oferecer, explorando-se o uso de madeiras e outros materiais certificados, incluindo fibras naturais, couros, tramas e tecidos orgânicos, que não só respeitam o meio ambiente como também trazem a textura e a essência da natureza para dentro dos lares de forma ética e criativa.

 

O design curvilíneo também ressurgiu como uma forte tendência, com móveis que exibiram formas sinuosas e suaves, proporcionando tanto conforto visual quanto físico, outra tendência que conversa diretamente com o “ritmo” brasileiro e nossa forma de pensar o móvel, dando forma, volume e movimento aos espaços.

 

No campo dos acabamentos, muitas cores, atenção meticulosa aos detalhes e a escolha de materiais de alta qualidade foram evidentes, com coleções focando na habilidade artesanal e técnicas tradicionais mescladas com design contemporâneo, outra característica do design nacional.

 

“Podemos afirmar que o setor de móveis no Brasil vem não só incorporando as principais tendências globais, como também somos referências quando falamos em design criativo, humanizado, intuitivo e sustentável, respondendo com maestria às atuais demandas globais e tornando a receptividade ao móvel brasileiro no exterior cada vez mais positiva”, observa Cândida. De fato, a indústria brasileira de móveis vem elevando muito a régua nos últimos anos, com o design brasileiro sendo reconhecido por sua habilidade em integrar funcionalidade com uma estética que promove conexões emocionais, refletindo uma abordagem prática e intuitiva, ao mesmo tempo em que traz qualidade visual e material aos espaços.

 

Além disso, a tradição do uso de materiais naturais e técnicas sustentáveis, tão em voga no momento, já está bem estabelecida no Brasil, inclusive na indústria seriada, que se vale da tecnologia para recriar superfícies e acabamentos que replicam materiais naturais e texturas orgânicas.

 

Nesse contexto, a “brasilidade”, um conceito que nos é tão próprio, destacando especialmente o respeito aos materiais, vem ganhando cada vez cada vez mais notoriedade no mercado global. E, claro, tudo isso tem que passar por Milão, a meca do design mundial: “Estar no iSaloni é uma confirmação da capacidade de nossas marcas e criadores tanto em se alinharem às tendências globais como também de serem protagonistas nesse diálogo”, finaliza a diretora-executiva da ABIMÓVEL, que adianta que grandes novidades estão por vir no próximo ano.

 

Aliás, a próxima edição do iSaloni já tem data marcada: 08 a 13 de abril de 2025.

 

foto | Divulgação

Deixe um comentário

Your email address will not be published.
*
*